Sobreposição de falas na transcrição #11

sobreposição de falas em transcrição de áudio

O que é sobreposição de falas? Como sinalizar gramaticalmente as ocorrências de fala numa transcrição?

Lápis Azul Transcrever Sobreposição de FalaUm dos melhores autores que posso citar é o Luís Fernando Veríssimo. Em obras como “O Analista de Bagé” ou “Comédias da Vida Privada”, temos historinhas engraçadíssimas. O surpreendente é que LFV faz com maestria algumas peripécias que um transcritor pode adotar tranquilamente como padrão. De qualquer maneira, isso não vem ao caso neste artigo, mas fique como curiosidade. Além de divertido, serve como dica a leitura dessas duas publicações.

Como sinalizar sobreposição de falas.

Uma fala sobreposta à outra é um dos principais desafios de se representar na transcrição. No meio de um discurso de ‘R’ o ‘P’ faz alguma pergunta onde, após uma ou duas palavras, ‘R’ responde e depois retoma a palavra continuando o discurso interrompido. Trata-se de uma parte difícil de se representar com elegância. A ocorrência de muitas falas sobrepostas atrapalha a fluidez da transcrição e a posterior leitura. Os tribunais exigem que as falas sejam colocadas na sequência da fala. Repare no uso das reticências, o que torna bastante interessante o que vem abaixo, onde é aconselhável manter o uso gramatical desse tipo de pontuação, com a correta sinalização de manter um espaço vazio logo depois de sua ocorrência após a palavra.

  • Modo aconselhável: é colocar… reticências grudadas à palavra anterior… e acrescentar um espaço.
  • Modo desaconselhável: não coloque …reticências junto com a …palavra seguinte e nem use juntando duas…palavras.

Exemplo:

  1. H1: E então aconteceu que…
  2. F1: Não aconteceu, não.
  3. H1: … ela veio e…
  4. F1: Isso é mentira, doutor.
  5. H1: … me falou que isso ia dar muito dinheiro.
  6. F1: Não falei, não.

O Padrão Brasileiro de transcrição formal representaria da seguinte forma, usando colchete aberto [ e sinal de igual =.
Exemplo:

  1. H1: E então aconteceu que [=
  2. F1: [Não aconteceu, não.
  3. H1: = ela veio e [=
  4. F1: [Isso é mentira, doutor.
  5. H1: = me falou que isso ia dar muito dinheiro.
  6. F1: Não falei, não.

Foram necessárias 6 linhas para sinalizar um diálogo que o transcritor poderia representar da seguinte forma, pois a transcrição acima

  1. H1: E então aconteceu que ela veio e me falou que isso ia dar muito dinheiro.
  2. F1: Não aconteceu, não. Isso é mentira, doutor. Não falei, não.

O Padrão www.transcricoes.com.br utiliza-se, na sua forma de transcrição, uma adaptação do Padrão Europeu.

Encontramos em Portugal uma solução que se mostrou muito inteligente e prática, de imediato adaptamos da seguinte forma, intercalando sublinhados simples e duplos, de forma a tornar visível onde ocorreram as sobreposições de falas.

Como representar sobreposição de falas

Assim, a linha sublinhada da fala de F1 “Não aconteceu não” ocorreu imediatamente após a fala de M1 “então aconteceu”. M1 não interrompeu seu discurso e continuou a relatar em seguida “ela veio e”, ao que F1 respondeu “Isso é mentira, doutor”. Quando M1 concluiu sua fala em “me falou que isso ia dar muito dinheiro.”, F1 inicia e termina a frase “Não falei, não”. Assim, 6 linhas puderam ser representadas em apenas duas, tendo sido representada a dinâmica da conversação de forma que não se perde o momento de tensão vivido no exemplo.

Conclusãoa

Sobreposição de falas é um dos tormentos do transcritor entre vários outros como ruído excessivo ou má dicção do falante. O fenômeno de sobreposição de falas ocorre principalmente em grupos focais, mas também em diálogos informais gravados escondido, assim como entrevistadores que acabam tendo dificuldade em se conterem nas interações em momentos da entrevista. É mais comum do que parece.

Em nossa página irmã temos mais informações sobre ocorrências de fala como sobreposição e simultaneidade de vozes em transcrição de áudio.