TRANSCRICOES.com.br - WhatsApp ou Telegram (11) 94844-3344 - contato@transcricoes.com.br

Transcricoes
Transcricoes

Você está aqui: / Números romanos na transcrição de áudio
2015-04-28
Números romanos

O consenso na grafia de números

Graças a Deus – e não graças à Deus – temos tido sucesso em fazer nossas transcrições com relativa homogeneidade.

O caldo engrossa quando há necessidade de grafar números. Nesse sentido, as dificuldades são grandes em adquirir uma cultura para tal.

Nas o número romano merece um capítulo à parte.

Fico imaginando na habilidade dos árabes ao criar os algarismos e colocar o número “zero” como representativo de dezena (as duas mãos) ou centena (monte de ovelhas) ou milhares (de anos) ou milhões (de seres humanos) ou bilhões (de estrelas) ou trilhões (de dólares) ou sei lá mais o que.

Em se tratando de dinheiro, o quac-lionário Tio Patinhas é o meu preferido, as versões Carl Barks e Don Rosa. De resto, são aventuras divertidas, mas esses dois apresentam uma sensibilidade extraordinária. Para quem não conhece Carl Barks e Don Rosa, fica nossa garantia de diversão garantida.

Números romanos

Bem… I, II, III, ainda é intuitivo. O duro é entender que IV é quatro porque I vem antes de V, e que V é cinco. VI é seis, VII é sete, VIII é oito e nove é IX.

Bom, doideiras à parte, o difícil é explicar para a novíssima geração que fala que capítulo XX é xis-xis.

Isso apareceu em uma transcrição sobre educação, onde existem falésias geracionais enormes hoje em dia.

Números romanos na transcrição

Assim, na transcrição de áudio, adotamos como padrão expor como número arábico qualquer algarismo romano.

Ah, sim. Nomes de matéria de escola, grafamos em minúsculo, pois em transcrição a regra formal exige que tudo seja grafado em minúsculo, exceto nomes próprios.

Nós optamos por facilitar, e nesse sentido, tudo quanto é sigla grafamos maiúsculo, por exemplo, USP, UNICAMP, FAPESP, etc.

E a matéria Literatura I, Literatura II, etc., grafamos como literatura 1, literatura 2, etc.

Fica feio, mas fazer o quê? Nada é perfeito.

Deixamos apenas títulos de papas, reis e imperadores com romanos. Assim, preservamos João Paulo II, Leão XXIII, dom Pedro I, dom Pedro II…

Enfim, apenas para registro histórico, para não falarem século xis-i-xis para século XIX, grafamos como século 19, e assim vai.

Deixo este post apenas como curiosidade, mas que seja um norte para os transcritores de nossa rede.

Números romanos de I-C

Deixo por curiosidade números romanos de 1-100.

01 a 10 – I-II-III-IV-V-VI-VII-VIII-IX-X

11 a 20 – XI-XII-XIII-XIV-XV-XVI-XVII-XVIII-XIX-XX

21 a 30 – XXI-XXII-XXIII-XXIV-XXV-XXVI-XXVII-XXVIII-XXIX-XXX

31 a 40 – XXXI-XXXII-XXXIII-XXXIV-XXXV-XXXVI-XXXVII-XXXVIII-XL

41 a 50 – XLI-XLII-XLIII-XLIV-XLV-XLVI-XLVII-XLVIII-XLIX-L

51 a 60 – LI-LII-LIII-LIV-LV-LVI-LVII-LVIII-LIX-LX

61 a 70 – LXI-LXII-LXIII-LXIV-LXV-LXVI-LXVII-LXVIII-LXIX-LXX

71 a 80 – LXXI-LXXII-LXXIII-LXXIV-LXXVI-LXXVII-LXXVIII-LXXIX-LXXX

81 a 90 – LXXXI-LXXXII-LXXXIII-LXXXIV-LXXXV-LXXXVI-LXXXVII-LXXXIX-XC

91 a 100 – XCI-XCII-XCIII-XCIV-XCV-XCVI-XCVII-XCVIII-XCVIX-C

Que dia é hoje?

Ah, sim. 27 de abril. Ou Suzano, XXVII de IV de MMXIV. rsrs

Nessa época, os contadores do Império Romano, acho que eles ficavam doidinhos fazendo as contas para o Imposto de Renda. Já os transcritores de nossa rede sofreriam horrores para transcrever aulas de matemática, principalmente envolvendo cálculo diferencial.

Pensando bem… como esse povo fazia conta?

Por hoje é só.

About the author:

Web aprendiz. Iniciou-se em 2012 na internet em busca de conhecimento. Desde então se encantou com transcrição de áudio.
Top