TRANSCRICOES.com.br - WhatsApp ou Telegram (11) 94844-3344 - contato@transcricoes.com.br

Transcricoes
Transcricoes

Você está aqui: / Transcrições “Janela da Alma”
2016-03-19

Janela da Alma – transcrição.

A Janela da Alma – transcrição é um post que traz algumas observações sobre um filme bastante sensível sobre a visão, a sua perda e sua relativíssima importância no nosso dia a dia.

a janela da alma - filme
Janela da Alma – 2001 Brasil – Filme de João Jardim e Valter Carvalho

Cada um enxerga o que pode enxergar. Por exemplo, os olhos de um falcão pegam detalhes com tal acuidade que, por exemplo, na visão da ave, a pele das pessoas estaria sendo aumentada dezenas ou centenas de vezes, tal qual uma lente ou um microscópio, e daí, segundo José Saramago, Romeu perderia interesse pela Julieta por conta da textura enrugada de uma pele que em nossa limitação enxergamos macia e lisa, agradável ao tato.

O tato é um assunto recorrente em alguns depoimentos.

Depoentes.

O Janela da Alma traz depoimentos interessantíssimos de 19 personalidades, que aparecem na seguinte ordem: Hermeto Pascoal, músico. José Saramago, prêmio Nobel de literatura. Paulo Cezar Lopes, professor de Literatura. Antônio Cícero, poeta. Win Wenders, cineasta. Eugen Bavcar, fotógrafo e filósofo. Carmela Gross, artista plástica. Marieta Severo, atriz. Jéssica Silveira, estudante. João Ubaldo, escritor. Walter Lima Júnior, cineasta. Oliver Sacks, neurologista e escritor. Manoel de Barros, poeta. Arnaldo Godoy, vereador de Belo Horizonte. Madalena Godoy, filha de Arnaldo. Marjut Rimminen, cineasta. Agnès Varda, cineasta. Hanna Shygulla, atriz.

Tem coisa mais simples do que tan-tan-tan-taan? ((♫)) ((Beethoven – 5ª Sinfonia)) Não tem nada mais simples. Não é? No entanto, para se chegar a isso, a essa… a essa redução do trágico, do anúncio do trágico? Eu acho que o Beethoven deve ter sofrido muito para ter chegado até aí. ((acha graça)) – Walter Salles Júnior, trecho de filme transcrito.

E Beethoven se tornou surdo, mas continuou compondo até sua morte. Ele não precisava mais dos ouvidos para criar suas músicas.

Curiosidade sobre Hermeto Pascoal.

Em certo trecho de Janela da Alma, Hermeto diz que nós escutamos pela nuca, pois quando ouvimos algo maravilhoso, nos inclinamos em direção ao som, em vez de virar a orelha direita ou esquerda.

Curiosidade sobre Arnaldo Godoy.

Arnaldo perdeu sua visão pouco antes dos vinte anos, entre 17-19 anos. Ele desenvolveu a habilidade de indicar alguns caminhos de Belo Horizonte ao motorista do filme, dizendo ter decorado as curvas, subidas e descidas. Foi um ponto emocionante. Segue no instante em que Antônio Godoy faz seu depoimento. Vale a pena assistir ao filme.

As dificuldades técnicas na transcrição.

A transcrição de áudio de Janela da Alma teve dificuldades técnicas. Precisávamos de um transcritor para as partes em português, um transcritor para as partes em inglês e as partes em francês não precisariam ser transcritas. Se o transcritor em inglês precisasse ouvir todo o filme, ele poderia cobrar os 72 minutos do filme. Talvez inviabilizasse o projeto.

Metodologia adotada para transcrição.

Assim, trabalhamos da seguinte forma.

Com um software de gravação, começamos a gravar apenas os trechos em inglês. Levou uma hora técnica, que foi cobrada. O resultado foi 22 minutos em inglês. Como em francês não era necessário, descontamos 10 minutos do projeto total. Assim, foram cobrados cerca de 40 minutos da transcrição em português.

Enquanto o filme rolava no Express Scribe, íamos marcando os trechos em que a língua mudava, e os trechos em que o nome do falante aparecia. Depois o trecho em que cada pessoa iniciava a fala, seja ela em português ou outra língua. Isso se faz com o comando CTRL+B. Depois para avançar ou recuar, basta usar CTRL+ seta para direita para avançar, ou CTRL+ seta para esquerda para voltar.

Como o transcritor em português iria ouvir todo, pedimos a ele que marcasse a cada fala com o tempo de início. Ele poderia pular as partes em inglês e francês, usando velocidade 300 por cento no Express Scribe.

Assim, fizemos a primeira revisão em português, já com todos os tempos marcados. Depois foi só esperar os áudios em inglês separados. Eles foram sendo encaixados durante a segunda revisão.

Cobramos preços diferentes para português, inglês e a hora técnica da separação de áudio.

No fim, gostei do resultado, como revisor final. Então, espero que o cliente goste. Acabei de enviar o trabalho feito.

Segue um trecho de como ficou a transcrição.

[00:05:22] Paulo Cezar Lopes – professor de Literatura

A realidade não existe, na verdade, né. Sempre é um olhar, sempre é o olhar condicionado. Então é igual o olhar do homem. Vê o mundo de um jeito, dos animais vê de outro, a gente tem… tem a ilusão de pensar que o cachorro, enquanto reproduz num filme, é como se o cachorro estivesse vendo igual a gente, mas não é. Cada experiência de olhar é… é um limite. A gente não conhece as coisas como elas são, é só mediado pela nossa experiência.

[00:05:50] José Saramago – escritor

Portanto, discernir o que é realidade? Bom. Se eu acreditar que Deus fez os meus olhos para que eu visse a realidade tal como ela é, então tu tem que como nós sabemos que não é assim, não vale a pena estarmos a perder tempo com isso.

[00:06:27] Voz feminina em off

Quer dizer que agora a gente vai conhecer o Gabriel, hein?

[00:06:45] Antônio Cícero – poeta

Se o olho é a janela da… da alma, então você tem que olhar por essa janela com outro olho. E se esse outro olho também é janela da alma, e por ela você tem que olhar por essa janela, é com outro olho. Quer dizer, a janela não olha. Quem olha é um olho através da janela. Quer dizer, é num certo sentido, é uma metáfora complicada que leva a um… a um tipo de coisa que não resolve o problema real de explicar o que é a visão. Porque você vai ao infinito com essa história de janela da alma, entende? E nunca se chega, na verdade, à própria alma. ((risos))

[00:07:45] Wim Wenders – cineasta

Fortunately, most of us are able to see also with our ears and hear, and see also with our brain and with our stomach and with our soul. And I think seeing happens partly through the eyes, but not entirely.

[00:08:07] Eugen Bavcar – fotógrafo, filósofo

((em francês))

[00:12:25] ♫

[00:13:57] Carmela Gross – artista plástica

Você nunca se… se descobre por exemplo, pensando fora de foco. Você acha que você pensa direito de algum jeito, às vezes se você pensa melhor, ou às vezes se você tem dúvida, tem problemas ou tem incertezas. Mas, a ideia do fora de foco no mundo nosso – visual – é muito grave, entendeu? Eu não me penso fora de foco. Mas, então, o mundo está fora de foco? Ou eu estaria? – entendeu?

Nós, transcritores, somos cegos.

Ao recebermos apenas os áudios para transcrever, somos cegos, sem visão. De certa forma, nossos ouvidos se tornam as nossas janelas da alma. Nesse momento, assim como o vereador cego Arnaldo Godoy, também exercitamos ao máximo a nossa intuição de escuta para fazer bem feito uma transcrição. Entendo que nosso corpo integralmente é a janela de nosso coração.

Espero que este artigo seja útil se você um dia se deparar com um caso como esse, com vários depoentes em duas ou três línguas diferentes.

Ah, classificação do filme? Se eu não tivesse adorado, não postaria sobre ele.

Por hoje é só, até a próxima.

About the author:

Web aprendiz. Iniciou-se em 2012 na internet em busca de conhecimento. Desde então se encantou com transcrição de áudio.
Top