Transcrição telefônica

Transcritor fiel depositário da fala na transcrição de áudio

Transcrição de diálogos

Fazer degravação é um trabalho muitas vezes monótono, mas de vez em quando aparecem umas pérolas que não posso deixar de me admirar pela riqueza do diálogo em si.

Caso 1 traficante consciente

Outro dia estava ajudando um amigo policial a fazer uma transcrição de grampo, pois ele estava com problemas e não conseguiria fazer a tempo.

Tratava-se de uma interceptação telefônica. Como nos conhecemos há anos, topei fazer esse trabalho e não cobrei nada, foi para conhecer o estilo, valeu o aprendizado e o seguinte diálogo.

O traficante de drogas era o alvo, ele ligou para casa para falar com sua mulher (ou esposa como queira você):

(…)

– E o Dudu, foi pra escola hoje?

– Ah, foi. Depois da bronca de ontem ele foi.

– Ah, bom. Num quero que ele vire vagabundo.

O interessante neste caso foi que o traficante se preocupava com o filho dele, e em sua profissão ele mata os filhos e filhas dos outros através do tráfico de drogas.

Mundo louco, este.

Outro caso envolvendo a polícia foi um diálogo mais ou menos assim, o bandido falava para a esposa (como queira você) do outro comparsa:

(…)

– Cê precisa falar pro mano acordá mais cedo, pô. Tô aqui desde as 5 e meia fazendo fita da casa.

– É, eu falo pra ele. Ó, são 11 horas e ele ainda tá dormindo.

– Pois é, fala pra ele que assim ele não vai pra frente. Eu saio de casa bem cedo, Deus ajuda quem cedo madruga.

– Graças a Deus.

– Sempre rezo pra Deus antes do assalto.

E esse mesmo ladrão continuou se gabando que graças a ele ter ficado de butuca descobriu que no outro assalto levou carne com sonífero pra o cachorro da família comer e dormir para o assalto dar certo sem ter que enfrentar o bicho.

Bem, fica um conselho deste velho transcritor: alimente seu cão de guarda somente com ração, mantenha-o bem alimentado.

A dica é colocar alguma coisa de gosto muito ruim em carnes – seja carne crua, moída ou não – para que o cachorro se acostume somente com ração e evite outros tipos de comida. Converse com seu veterinário se o seu cachorro tiver m emprego de segurança em sua casa.

Pague-o regiamente com comida, jamais deixe passando fome. Senão o ladrão vai levar a melhor. Nessas horas o barato sai caro.

Mundo cão.