TRANSCRICOES.com.br - WhatsApp ou Telegram (11) 94844-3344 - contato@transcricoes.com.br

Transcricoes
Transcricoes

Você está aqui: / O que é transcrição fonográfica
Transcrição fonética e fonêmica na transcrição de áudio

Algumas vezes temos recebido pedido de informação sobre como fazer uma transcrição fonética. Mas em quase quatro anos de atividade, jamais consegui fazer uma transcrição fonética. Mesmo o professor Marcuschi em sua metodologia não contempla fonemas, pois eles são um capítulo à parte no estuado linguístico. Já a transcrição fonográfica é uma variação mais próxima da escrita comum. Um exemplo típico de fala fonográfica é facilmente encontrado nos quadrinhos do Chico Bento, do Maurício de Sousa.

Transcrição fonêmica

Meu maior pesadelo como transcritor de áudio seria receber um pedido de transcrição fonética de uma entrevista de duas horas. Nem me atreveria a fazer um orçamento, pois seria necessário apresentar as 13 vogais e 2 semivogais de forma diferente do que reza a escrita normal.

Para ter uma ideia do que seria uma transcrição fonética, além de conhecer todos os fonemas, seria necessário respeitar as falas de cada falante. É uma ciência especialíssima, e nos dicionários de inglês por exemplo, é aquela parte que aparece com letras diferentes em itálico dispostas silabicamente.

Transcrição por voz
Curso de transcrição

Portanto, fujo de qualquer trabalho de transcrição fonética, não por má vontade, mas por se tornar inviável do ponto de vista financeiro para o cliente, assim como por desconhecimento da área. Se houver algum transcritor fonético que esteja lendo este modesto material, entre em contato para que possamos agregar seus serviços em nosso site, ou pelo menos possa indicar um profissional transcritor fonético.

Transcrição fonográfica

Aparecem com alguma frequência pedidos de transcrição fonográfica, que seria do tipo deixar erros como “nóis foi”, “eu mi realizu fazeno transcrição funética” ou “mi dá uma raranja” (japonês falando). Ei, não é preconceito, isso. É fato fonético. Por que? É que, curiosamente, no Japão não existe a sílaba LA-LE-LI-LO-LU. “Culiosamente”, sua vizinha, a China, não tem RA-RE-RI-RO-RU (pronunciado como caRA, paREce, caRInho, gaROta, peRu). Já aqui no Brasil, a letra R serve para as sílabas das palavras RAto e baRAta. É complicado, cada povo fala diferente e cada pessoa tem fala diferente. Nem sei como a gente se entende, só por milagre mesmo.

Transcrição fonográfica exige uma revisão extra.

Nosso sistema de trabalho prevê os seguintes passos:

(1) Produção de transcrição ipsis litteris do transcritor, (2) revisão do transcritor e mais a (3) revisão do revisor. – Isso garante que o conteúdo apresentado ao cliente chegue com pelo menos 99% de acertos.

Na produção de uma transcrição fonográfica, além da produção da transcrição literal, existem os seguintes passos.

(4) Transposição de ipsis litteris para fonográfico da versão revisada, (5) revisão do transcritor e mais a (3) revisão do revisor – Isso garante que o conteúdo apresentado chegue com pelo menos 97% de acertos.

Sendo que na transposição da transcrição normal, ipsis litteris, para o fonográfico, ela requer mais horas de trabalho do que seria uma transcrição normal ipsis litteris.

Conclusão

Não questionamos a validade da metodologia do trabalho de transcrição fonética, mas, se o objetivo ((apenas enfatizando)) do trabalho acadêmico for uma investigação de algum fato de grande monta relacionado à forma de falar das pessoas, o aconselhável seria uma pesquisa de poucos minutos para identificar os fonemas.

Se o objetivo for encontrar alguma correlação entre status social ou cultural e alguma hipótese aventada que sustente posteriormente uma tese, esse trabalho nos parece tão complexo, que nos sentimos incapazes de ajudar.

Mas, enfim, quem determina é o cliente, mas cá entre nós, prezado leitor, por mais que seu dentista seja de confiança, se você precisasse de uma neurocirurgia, seria adequado indicar seu advogado para fazer o procedimento? Pois é. Nós somos apenas transcritores. E a transcrição fonográfica é mais trabalhosa.

Portal do Transcritor – Metodologia Marcuschi (cap. 18)

Portal do Transcritor – Padrão Brasileiro de Transcrição – PB (cap. 19)

Portal do Transcritor – Padrão Europeu – PB (cap. 19)

Portal da Língua Portuguesa – Dicionário fonético

Transcrição fonética e fonográfica com exercícios

Curso de transcrição – Livro para iniciantes

Normas transcrição NURC do RS

Revista Grafema – análise de conversação

Transcrição – texto de orientação – Considerações sobre a transcrição de entrevistas. UFSCar – Autor: Eduardo José Manzini.

 

About the author:

Web aprendiz. Iniciou-se em 2012 na internet em busca de conhecimento. Desde então se encantou com transcrição de áudio.
Top