TRANSCRICOES.com.br - WhatsApp ou Telegram (11) 94844-3344 - contato@transcricoes.com.br

Transcricoes
Transcricoes

Você está aqui: / Quero trabalhar com transcrição de áudio
2014-05-05
quero trabalhar com transcrição de áudio

Quero trabalhar com transcrição de áudio… Beleza! Ótimo! Tudo bem!

Lápis Azul Eu Quero Trabalhar com Transcrição de Áudio porque Tenho Tempo LivreQuero trabalhar com transcrição, pois permite trabalhar a partir de casa. Este texto faz parte da aula inaugural sobre transcrição de áudio. A aula teve como origem esta postagem.

Melhor coisa: se você mora em São Paulo e quer trabalhar a partir de casa? Ótimo, escelente escolha. Se você, por alguma razão, mora numa cidade pequena e tem limitações para desenvolver um trabalho intelectual? Beleza! Tudo bem!

Ganhar muito dinheiro pela internet? E quem não quer?

Mas não é fácil ganhar muito dinheiro pela internet, acho que nem em outro lugar. Principalmente no ramo de transcrição de áudio. E, quem disse para você que você vai ganhar muito dinheiro com transcrição, trabalhando pela internet, e ainda por cima a partir de casa, pode estar contando só meia verdade, aquela parte da história que é agradável, atrativa, a cerejinha do bolo bem vermelhinha e brilhosa. Mas a receita é mais complicada. Precisa de muito mais ingrediente do que farinha, açúcar, ovos e fermento.

Mas, mais uma vez, não é fácil fazer transcrição, embora possa parecer simples: “basta ser alfabetizado e ter boa audição para ganhar dinheiro como transcritor”, já ouviu isso? Ba-le-la. Ouvi muito delegado falando isso posando de especialista. A Polícia de Santa Catarina, por exemplo, nos alerta que para fazer uma transcrição bem feita, eles levam até 20 horas por hora de gravação. Se fosse fácil, levaria tudo isso?

Veja a seguir como é o trabalho de transcrição. Transcritores, corrijam-me se eu escorregar em algum detalhe, OK?

Eu quero trabalhar com transcrição de áudio.

É mesmo? Você quer? Quais são os conhecimentos básicos para se trabalhar em transcrição de áudio? Muitas pessoas acham que por saber digitar mais ou menos bem, por saberem escrever, acham que podem trabalhar imediatamente como transcritor de áudio.

Ei, você escreve bem? É observador? OK. Eu grafei escelente lá em cima. Você notou? Não jogue pedras. Ainda. Continue a leitura e descubra o porquê disso.

Quanto ganha um transcritor?

Você sabe quantas pessoas trabalham com transcrição de áudio? Um monte de gente. Basta ir no Google e pesquisar o termo “transcrição de áudio” e pronto! Um monte de páginas vai surgir, com preços variando entre R$ 25,00 e R$ 240,00 a transcrição de hora-áudio! Certo, o mercado não está para peixe, mas também não é assim, cobrar R$ 25,00!! por um dia de trabalho. A Lei Áurea foi no tempo da Princesa Isabel, certo? Se você sabe o que eu quis dizer com isso, parabéns: você já tem uma cultura geral interessante.

Aí você vai no anúncio mais barato, tenta encontrar a pessoa, não está mais trabalhando com isso. Mas ficou o anúncio “estragando” o mercado porque a pessoa não se deu ao trabalho de deletar aquilo.

Já recebi propostas aviltantes de transcrição de 60 horas a uns 30 reais a hora-áudio. Nem me dei ao trabalho de responder, de tão indignado que fiquei por proposta tão indecente. É um que se diz advogado que fala que tem 300 horas e precisa transcrever 60. Conselho? Eu não toparia, provavelmente ele quer é plagiar o curso para fazer um livro dizendo que é dele.

Escrevi um artigo sobre transcrição outro dia. Lá você vai encontrar um programa e uma medida de tempo que vai te permitir fazer continhas e ver se vale a pena ingressar nesse mercado concorrido, em que muitos se dizem transcritores, mas poucos são os verdadeiros profissionais na área.

Vou te fazer umas perguntas, então, OK?

  • Você é uma pessoa que gosta de ler?
  • Você é uma pessoa que gosta de estudar português?
  • Você é uma pessoa que gosta de escrever e escreve bem?
  • Você é uma pessoa que tem um bom vocabulário?
  • Você é uma pessoa que gosta de ler curiosidades tipo Superinteressante?
  • Você é uma pessoa que digita bem?
  • Você é uma pessoa que não dorme enquanto não termina seu trabalho de escola?

Se dessas 7 perguntas você respondeu “sim” para pelo menos 5 delas, então eu, pessoalmente, acho que você pode estar no caminho certo, talvez transcrição seja uma boa pedida para você.

Veja que a pergunta número 6 é fundamental: você usa pelo menos 4 dedos para digitar? Ou digita com todos os dedos das mãos? Então está OK. Se não, sugerimos que procure um curso de digitação grátis na internet, faça download e treine. É a dica que a gente tem para oferecer. Vai ajudar você e muito. Ou talvez fazer o curso conosco.

Outra coisa: é bom saber fazer downloads e instalar programas no seu computador.

Falando em downloads, eis “o” software essencial para o transcritor:

Visite a nossa página para download em espanhol do Express Scribe.

Deixamos um tutorial bem bacana em português. Dê uma visitada e depois volte.

Então você testou o programa? E gostou? Legal!

Você precisa gostar de fuçar na internet para ser transcritor bem sucedido? Acho eu que sim.

Por que eu gosto particularmente do Express Scribe? Porque ele permite ouvir o áudio e trabalhar ao mesmo tempo com editor de texto próprio, sem precisar ficar trocando de janela, entre áudio e texto.

Além disso você pode configurar um joystick de videogame, que ficará ligado a uma porta USB: basta configurar os botões (escolha a opção 4 botões em configuração de hotkeys) e aí você tem um joystick que pode controlar com o dedinho do pé para fazer pausas! Verdade, sério. Vi essa dica num blog, testei e deu certo. Você vai se surpreender com as coisas que você faz com um pé treinado. Rsrs.

Outra dica superbacana é comprar um joystick de videogame, daqueles de pilotar um avião. Com USB. Eu uso isso para transcrever sem digitar. Pergunte-me como, pelo contato@transcricoes.com.br, OK?

Caso você não queira trabalhar assim, tem teclas de atalho que aumentam e diminuem a velocidade do som, assim como vai para frente ou para trás. Muito bom também. E você vai precisar mexer os seus áudios para tocar no Express Scribe, melhorando a qualidade de som através de filtros específicos.

Agora, basta fuçar bastante o Express Scribe e se divertir treinando transcrição. Atenção, é recomendável que você se perceba que está a se divertir com transcrição. Caso não esteja se divertindo ao transcrever, mas o faz por dinheiro, talvez essa praia não seja a que você goste para surfar. Mesmo porque, dinheiro que é bom, entra pouco se você não amar verdadeiramente o que faz.

Existe um segredo para atrair dinheiro: faça o que ame fazer, porque de resto, a vida sem realização pessoal é trocar horas por grana. Normalmente o dinheiro corre atrás de quem faz um bom trabalho, seja dedicado e se destaque.

Uma dica muito importante: aprenda a transcrever legal, tem muita dica no nosso blog. Navegue por todas as páginas e tente entender um pouco desse negócio. Já tentei até iniciar algumas pessoas que simpatizei num primeiro contato pela internet, mas NENHUM (foram 12 tentativas, desisti) não conseguiu se desenvolver na área. Talvez por serem sonhadores, iludidos pela tentação de “trabalhar a partir de casa”, “ganhe dinheiro com transcrição”, o velho mito de que “é fácil transcrever poque basta escrever o que se falar, mesmo que falem errado”…

Termos técnicos.

As empresas de transcrição precisam de gente treinada e familiarizada com termos como: “Transcrição Ipsis Litteris” e “transcrição inteligente”, e isso tudo você acha no nosso blog. Precisa também, além disso, de ter ouvido falar de “Padrão brasileiro”, “Padrão português” e “Método Marcuschi de transcrição e análise conversacional”, assim como muita familiaridade com editor de texto. Familiaridade, mesmo.

Fa-mi-li-a-ri-da-de. MESMO. Ao ponto de você conhecer onde procurar o dicionário do seu editor de textos, de forma a transportar todos os atalhos que você criar ali, e mesmo que tenha que formatar o seu computador, mantendo um backup disso tudo,  recuperar as informações depois de tudo reinstalado. Falei grego?

Clientes Potenciais.

Os principais clientes potenciais podem ser as abaixo listadas. Mas tem muito mais campo, principalmente no jurídico e no jornalístico.

  • Trabalhos acadêmicos: exigem que você saiba o que quer dizer a seguinte informação: “utilize o seguinte layout: fonte Arial, tamanho 12pt com parágrafo 1,15 e espaçamento 6pt e coluna simples”. Às vezes é isso que eles podem pedir. Ou então vai ser mais enigmáticos ainda: “favor utilizar formato ABNT de trabalho de conclusão de curso”. E você vai ter que ter um português muito bom além de conhecer o que for pedido, às vezes o formato da faculdade.
  • Empresas de pesquisa: essas empresas costumam pegar mais leve no português e na formatação. A não ser que sejam empresas extremamente profissionais que necessitem que você marque o tempo. Talvez seja uma pesquisa sobre novas drogas contra câncer, onde têm termos médicos e nomes de remédio bem difíceis. Certas palavras-chaves podem ser exigidas como grafados em cor diferente ou tamanhos diferentes.
  • Trabalhos sociológicos: curiosamente alguns trabalhos sociológicos ou literários podem necessitar que você escreva como se fala. “Tá entendendu, cumpádi? Cê viu qui num é muleza não, né?” Meu amigo, escrever errado é um desafio enorme. E… muito chato fazer. Que o digam os redatores do Chico Bento.
  • Trabalhos técnicos: expressões como Market-share, Budgets, Downline, Gross Revenues, nomes como Leonardo Boff, (que você pode escrever como Leonardo Bofe e leva uma “bofetada” na sua moral, que já era, você errou um nome consagrado) ou nomes como Camus (que se lê Caní), um sociólogo argelino importante, ou ainda nomes russos como Tchernenko, ou Joseph (lê se Iôssef), sei lá, ou então termos como substâncias envolvidas em transcriptase reversa, em bioquímica, etc. etc. etc. etc…
  • Governo: você pode até trabalhar para o governo ou organizações sindicais ou associações de classe. Aí precisará redobrar seus cuidados na qualidade do trabalho.

Então muita gente se queima feio por detalhes, inclusive eu me queimei com algumas empresas de transcrição muito sérias e legais. Tudo isso precisará saber antes de se embrenhar nesse caminho de transcrição.

Quanto ganha – de verdade, sem fantasiar – um transcritor?

Bem, caro leitor, como falei, se você leu até o final, talvez este seja um bom caminho para se seguir. Tudo tem um começo e todo o começo é difícil e se ganha pouco por ser iniciante.

Olha, não se iluda não, mas no começo você vai se sujeitar a trabalhar 12 horas para ganhar R$ 40,00 ou R$ 50,00. Se você encontrar um transcritor que aceite trabalhar com um profissional novato, mesmo recebendo valores baixos, dê graças, levante as mãos para o ceu. Falo sério.

Se você encontrar um transcritor legal, como eu encontrei, a pessoa vai te corrigir o texto e apontar seus erros. Não se chateie como eu fiquei chateado, mas se você se chatear é porque você deve ter um quê de transcritor.

Sério.

Você trabalha 12 horas por dia para ganhar 40-50 reais, eu comecei assim em agosto de 2012. Hoje, pessoas que pagavam 45 para mim às vezes me envia projetos de 60-80 reais. Mas hoje transcrevo por mais, tornei-me independente. Mas aprendi muito, penei muito.

E então, como estava falando, depois a coisa foi melhorando porque você passa a fazer esse mesmo trabalho em 10 horas e depois em 8 horas e depois em 6 horas. Então dá para fazer aí uns 60 reais por dia trabalhado, porque você conseguirá produzir aí 1,5 hora-áudio de transcrição por dia trabalhado de 9 horas. Eu me impus como limite trabalhar 60 minutos-áudio por dia, no máximo 70 minutos, que hoje faço em 4,5-6 horas (depende muito da qualidade do áudio,  lógico!).

E aí passo o resto do tempo corrigindo (2 horas). E pronto, já foi o meu dia, 6,5 horas a 8 horas de trabalho em casa. Confesso que meu recorde é de 110 minutos por dia, mas foi numa emergência. E ai você fica enjoado de ver a cara do computador e fica com os dedos e mãos doendo, então não recomendo. E aí você tem que comprar um par de luvas de proteção para o pulso, além de um mousepad e um teclado novo, ambos com apoio para os punhos.

Fez as contas? Trabalhando 22 dias por semana a 60 reais por dia, você pode fazer 1,3 mil reais mensais, isso se você tiver trabalho todo dia. Trabalhando bem, talvez uns 2,0 mil reais mensais. Mas isso só num mês bom, quando você tem trabalho todos os dias. Por isso é bom você fechar um bom projeto por mês. Se você conseguir uma hora por dia, me ensina o segredo?

Tudo bem até aqui? Podemos continuar? As más notícias não param por aqui.

Não?? Oh, meu Deus, tem mais?

Recebimentos: tome cuidado com falcatruas.

Sim: o problema não é trabalhar, o problema não é cobrar caro ou barato. O grande problema na internet é RECEBER pelo que você trabalhou, meu amigo, minha amiga. Já ouvi relato de pessoas que trabalharam 8 horas-áudio e não receberam. Supondo que o projeto tenha sido de R$ 40,00 a hora, a pessoa trabalhou uma semana e meia e “levou cano” a partir de 320,00. Ninguém merece! E se foi o dobro?

Então, caro transcritor iniciante, fique esperto. Uns vão falar que você pode ganhar 250 a 300 reais por dia com transcrição. É verdade, se você tiver um português impecável, ser tradutor juramentado e ter um excelente contato, além de transcrever em inglês ou outra língua estrangeira, ou ainda ser especialista de alcum campo. Esses são transcritores-estrela, poucos conseguem valores assim.

  • Atualização: Escrevi este artigo há tempos atrás, hoje relato que consegui receber o equivalente a 1200 reais por hora de transcrição. Não se tratava de tradução, mas de um trabalho complicado que envolvia um laudo judiciário. Cobrei 450 reais por um arquivo de menos de 15 minutos de áudio, mas levei dias pesquisando sobre o assunto, portanto teve aí um trabalho de consultoria até jurídica. Outro trabalho legal foi digitação online, onde ganhei o equivalente a uma transcrição cobrando 150 reais a hora. O projeto rendeu em apenas uma semana quase 900 reais. (fim da atualização: 20/01/2014)

Voltando ao artigo original.

Outrossim, caso você ainda esteja interessado em ser transcritor, treine bastante. Se sujeite a ganhar pouco sim, mas é necessário ganhar experiência. À medida que você for trabalhando na área – que não é tão fácil como dizem – você vai conhecer outras pessoas, irá criando credibilidade e um grupo de pessoas que vai gostar de seu trabalho e recomendar você para outras pessoas. E aí, quem sabe, você comece a ganhar aí seus 60-100 reais por dia se for bem sucedido, ou 300 reais se for um transcritor superbem sucedido.

Curso de transcrição de áudio.

Espero que você tenha gostado do que leu. Se não gostou, pelo menos fui sincero, para você não perder tempo.

No nosso site a gente anunciava um curso que justamente acaba comentando que você, como transcritor, poderá ganhar 300 reais por dia. Isso pode até ser verdade, isso aconteceu comigo. Mas provavelmente vai levar certo tempo e vai depender de sua estratégia de trabalho, tempo, energia e dedicação. E também de bons parceiros, como nós pretendemos ser para você.

O curso era barato e custava R$ 35,00, mas passou a custar logo de pois 85 reais. Agora (maio/2014) não sei mais quanto custa, mas sei que fizeram um ótimo trabalho de divulgação. Só não consegui enxergar tanta consistência e nem tanto conteúdo, porque o site deles estava com poucos anúncios de gente se oferecendo para trabalhar,  que tinham feito curso com eles.

Pensei então em oferecer um curso próprio, diferenciado e mais aprofundado, pois achei caro pela proposta deles. Então montamos um curso online de 5 horas-aula, Acho que vale a pena conhecer. A matrícula é de 30 reais, onde vamos conversar por 30 minutos sobre o curso, ao vivo e pelo Skype.

Caso decida continuar, basta depositar 60 reais pela aula seguinte de 60 minutos. Sem enrolação, tudo rápido, muito rápido e prático. Quem fez, gostou.

A pessoa fez várias transcrições para ela mesma, mas quando uma Instituição de Pesquisa solicitou seus serviços, ela percebeu que precisava de um olhar diferenciado. Nesse sentido, após apenas duas aulas, ela se sentiu segura em prosseguir sozinha. Acompanhamos seu primeiro trabalho institucional e concluímos, nós dois, que ficou um resultado bacana. Mas bem deferente do que ela estava acostumada a fazer.

Será um investimento que valerá a pena se você pensar em fezer. Você vai ter acesso a outras informações que não estão aqui no blog, são informações extras valiosas que me permitiram em certos dias ganhar 300 reais.

Para adquirir o curso pago. Escreva para contato@transcricoes.com.br

Para fazer um curso gratuito. Escreva para contato@trancritores.com.br

Caso não queira o curso pago, OK, você tem à disposição o curso gratuito. Valeu pela leitura deste artigo. Pode ter parecido complicado, desanimador, mas uma boa informação na internet através de um testemunho pessoal nesse ramo é tão raro como útil. Talvez você ainda me agradeça por ter postado isto aqui. Pelo menos fui sincero no que está aqui escrito. É fruto de experiência pessoal. Abraços e sucesso!

Bem, falamos finalmente dos finalmentes. Se você chegou aqui, se você notou que no começo do artigo escrevi excelente grafando escelente, parabéns. Esse era o objetivo. Veja seu presente aqui.

Por hoje é só, amigos.

Até a próxima postagem.

contato@transcricoes.com.br

 

About the author:

Web aprendiz. Iniciou-se em 2012 na internet em busca de conhecimento. Desde então se encantou com transcrição de áudio.
Top