TRANSCRICOES.com.br - WhatsApp ou Telegram (11) 94844-3344 - contato@transcricoes.com.br

Transcricoes
Transcricoes

Você está aqui: / Diário de um transcritor 11 atividadde extra
2016-05-27
diário de um transcritor 11 - por que demoro ao enviar áudios?

Diário de um transcritor 11 – Extra

Diário de um transcritor 11 traz uma novidade importante, traz as dificuldades de quem sofre déficit de atenção e que precisa e tenta fazer muitas coisas ao mesmo tempo. Abaixo seguem atividades que faço tudo ao mesmo tempo.

Atender WhatsApp

Atender telefonemas (domésticos e profissionais)

Atender campainha (carteiro, visitas etc.)

Atender telefonema de pessoas pedindo doação para caridade

Recepcionar áudios gravados

Responder e-mails de clientes, transcritores e fornecedores

Recortar áudios

Organizar pagamentos

Cobrar clientes

Enviar áudios para transcritores

Revisar trabalhos

Correr atrás de clientes

Organizar o site e fazer pesquisas

E até transcrever áudios quando sobra tempo

Transcrever áudios quando sobra tempo?

Se eu estiver transcrevendo áudio, não estou fazendo meu serviço, pois o meu foco deveria ser cuidar da entrada de clientes ou revisando textos. Portanto, quando estou transcrevendo áudios é porque alguma coisa está errada (ou falta transcritor na equipe, ou falta áudio no site).

É por isso que muitas vezes me encontro em dificuldades quando me vejo às vezes sozinho tendo que cuidar de todas essas atividades que levam um tempinho para ser efetivado.

Ao pegar um projeto grande (considero grandes as de mais de 10 horas de áudio) com prazo curto de entrega, fico em grandes dificuldades para conseguir entregar o restante e é por isso que conto com os transcritores freelancers. Outro dia escrevi uma postagem (com senha) sobre a estratégia de trabalhar com a gente.

Horário maluco

Talvez a minha salvação seja que tenho um horário flexível. Muitas vezes às 2 horas da manhã já me encontro em plena atividade, transcrevendo algo porque nossa distribuição não deu conta ou alguma coisa assim.

Atividade mais rentável

Talvez a atividade rentável para mim seja transcrever, mesmo. Pois revisar não dá tanto dinheiro dinheiro como muitos transcritores suspiram, “ah, se eu fosse revisor… a minha vida seria mais fácil”. Depende. Se a transcrição vier com termos estrangeiros, não será fácil a revisão. Talvez seja até mais difícil revisar uma transcrição mal produzida. A partir de um certo número de erros, torna-se viável produzir uma nova transcrição a continuar revisando. Isso a gente sente nos primeiros 15 minutos de revisão. Se tiver tempo hábil, devolvo ao transcritor. Se não, continuo revisando.

Atendimento de madrugada

Vou contar um episódio interessante. Tinha tido insônia e estava preocupado com uma série de projetos em andamento. Estava tocando cinco projetos e chegou um recado no WhatsApp que fora enviado às 22 horas do dia anterior. Fiquei preocupado porque ninguém civilizado que não estivesse em desespero zapearia um fornecedor a essa hora da noite.

Hesitei um pouco em responder e respondi atendendo à solicitação e voltei a transcrever. Para minha surpresa a pessoa estava acordada. Eu já tinha dormido (costumo me deitar às 21 horas para amanhecer trabalhando).

Trocamos mensagens sobre o projeto e ainda indiquei um revisor de texto para formatar em padrão ABNT para entrega à banca. Não sei se deu certo essa parte do revisor, mas sei que a pessoa ficou encantada em receber um zapzap às 3 da manhã. Expliquei que era porque eu gostava de madrugar.

Diário de um transcritor 11 – conclusão

Tudo isso para que? Para me desculpar com os transcritores da nossa rede, pois muitas vezes estou fazendo ‘N’ coisas ao mesmo tempo. Ao mesmo tempo que estou escrevendo este texto, estou enviando áudios ao pessoal da rede (hoje é sábado, pós feriado prolongado de Corpus Christi).

Neste momento estou recortando áudios, administrando envio ao pessoal, ao mesmo tempo que respondo e-mails e atendo ao gato que está me arranhando porque têm fome. Voltou do rolê noturno, o safado. E agora quer atenção e comida. Ou comida e atenção. Ou é só comida?

Enfim, a vida de um empresário com déficit de atenção é um caos. A única coisa que me salva é o Excel. A planilha de controle é salva a toda hora (só esqueço de fazer backup). Cadê o meu HD externo? Ah, sim. Achei.

Hein? Por que eu não uso o Google Drive para fazer backup? Ah, sim. Importante. Porque quando uso o Excel para fazer o backup no Google Drive, por algum motivo o Excel trava. Pode ser algum bug ou um “bug”. O segundo bug está entre aspas, pois pode ser intrigas entre a Google e a Microsoft. Algo acontece. O primeiro bug, sem aspas, pode se dever à instabilidade da nossa querida Vivo, que tem um péssimo serviço de entrega de estabilidade de sinal e velocidade.

Ainda falta produzir a imagem para este post com o título “Diário de um transcritor 11”.

Ei, cadê o HD? Achei. E o fio para ligar no Notebook?

Ei, acabou a energia. Ainda bem que a bateria do notebook é nova.

Lá se foi a internet. Vou publicar mais tarde, depois de encontrar o fio que liga o HD ao Notebook.

Saiba a nossa metodologia pelo Padrão Brasileiro de Transcrição.

 

 

About the author:

Web aprendiz. Iniciou-se em 2012 na internet em busca de conhecimento. Desde então se encantou com transcrição de áudio.

2 thoughts on “Diário de um transcritor 11 atividadde extra

  1. Quantas atividades. E o pessoal vendo a gente trabalhar em casa ainda acha que não fazemos nada, ou que nossa vida é muito boa, férias eternas. Bom, claro que tem um dia ou outro disso, até porque é necessário, mas de resto é esta loucurada mesmo! E fim de semana, o que é isso, é de comer? Haha. Parabéns para nós. o/

  2. Meu, minha vida é isso. Quase não sobra temo para nada. Mas ainda bem que adoro o que faço, senão não aguentaria. 70 por cento do tempo de trabalho estou me divertindo. Parece um game de estratégia que não acaba. E nesse game, você não tem uma segunda vida.

Comments are closed.

Top