TRANSCRICOES.com.br - WhatsApp ou Telegram (11) 94844-3344 - contato@transcricoes.com.br

Transcricoes
Transcricoes

Você está aqui: / Diário de um transcritor 01 quero trabalhar
2016-03-19
diário de um transcritor 01 quero trabalhar

Diário de um transcritor 01, quero trabalhar.

Diário de um transcritor 01 faz parte de uma série especial, “Diário do Transcritor”. Este “diário” é uma tentativa de reflexão sobre a carreira de um transcritor de áudio. Na verdade acho que também é um desabafo, um processo de catarse em que através do compartilhar experiências boas e ruins, tento fazer reflexões que forem surgindo no caminho desta carreira.

Baseia-se em minha própria experiência e suposição de o que seria ser um hipotético transcritor em hipotética carreira de trabalhar ouvindo e transcrevendo áudios para o papel ou meio eletrônico. Transcrevo aqui o que minha imaginação dita. Transcrever áudios de uma mente que dita coisas para mim é um exercício que pode ser útil para você, que quer se iniciar no trabalho de transcrição de áudio.

Diário de um transcritor dia 01, enviando um e-mail.

Hoje vou iniciar minha carreira de transcritor de áudio. Deve ser fácil. Afinal de contas, dizem que não devo nem me preocupar em corrigir erros de português. É moleza escrever o que falam e digito velozmente. Então, vou arrasar como transcritor. Imagine, sou formado, tenho experiência e isso deve ser fácil.

Vou preparar meu currículo, o pessoal vai gostar de receber ele. Deixa eu ver… ah, sim. Nome, data de nascimento, tá-tá-tá…

DICA: Deixe seu currículo impecável. Procure na internet vários modelos de curriculum vitae. Baixe vários e pesquise. Escolha aquele que mais agrade a você. Semelhante atrai semelhante. Trate seu currículo como se estivesse indo para encontrar o amor da sua vida. Escove os dentes, dê um trato no visual, faça a barba, arrume o cabelo, use perfume e capriche no papo furado, mas jamais minta. Um detalhe importante é que tipo de transcritor você deseja ser, se tempo integral ou usar tempo livre. Para cada profissional as empresas tem uma forma de se trabalhar e se programar e também remunerar. Normalmente as empresas darão preferência para pessoas que produzam pelo menos 20 minutos de transcrição por dia.

Deixa eu pesquisar na internet… ó, Google, help me. Deixa ver quem aparece hoje… Vamos digitar:  www.google.com.br… “transcrição de áudio”… “enter”. Pronto. Olha só, quanto material de transcrição de áudio: 308.000 resultados (pesquisa feita em 19/03/2016).

Xa’vê quem é que aparece. Olha só… tem um monte de empresas de transcrição.

Olha que beleza. Vou mandar currículo. Esses que tem a palavra em laranja “anúncio” são empresas que estão fazendo propaganda! Oba, certamente vou ter sucesso. Deixa eu clicar pois vou ter maior chance de ser contratado. Deixa eu ir clicando que vou anotar os sites e os contatos e mando e-mail para todos de uma vez.

Na verdade, quando as empresas fazem anúncios na internet, a cada clique você remunera o Google. E a empresa perde dinheiro fazendo propaganda para você. O objetivo da empresa é atrair clientes. Então, se você for uma pessoa de bom senso, não clique nos “anúncios”, mas copie os links e cole no browser. “Muito ajuda quem não atrapalha” (FKY).

Vou preparar o currículo e ver se eles me aceitam logo, preciso trabalhar. Perdi meu emprego, tenho que começar logo. Como é que eu entrego meu currículo para eles? Vou mandar em 10 lugares, o primeiro que responder eu aceito.

Vamos lá.

Diário de um transcritor 01, meu primeiro e-mail.

“Oi, vi um anúncio na internet sobre transcrição de áudio. Vocês contratam transcritor? Estou começando nessa atividade. Quanto vocês pagam, como é feito o pagamento? Aguardo resposta”.

Esse é um erro clássico de pessoas inocentes que sinceramente querem ser transcritores e apostam com uma ingenuidade assustadora. As empresas procuram pessoas já formadas, que saibam o que estão fazendo. E acabam por recebendo ao longo do tempo dezenas de e-mails com esse tipo conteúdo. A coisa mais ingrata é treinar uma pessoa no ramo. Ela não tem o macete de transcrever e já foi perguntando de pagamento, como faz para receber áudios e etc. Na verdade, o que as empresas precisam é de pessoas já treinadas, e elas buscam no mercado pessoas fora de sua equipe quando estão atarefadas e não dão conta do serviço. A rotatividade de transcritores é muito grande.

Sugestão do diário de um transcritor 01.

Procure saber mais sobre a profissão. Temos um site chamado www.transcritores.com.br que tem por finalidade preparar a pessoa para a profissão. Se você não gosta ler tudo clicando artigo por artigo, no www.clubedeautores.com.br temos algumas publicações sobre o assunto. Basta procurar pela palavra-chave “transcrição” na caixa de buscas e aparecerão alguns livros que publicamos, tentando oferecer as dicas. Digitar “curso de transcrição de áudio” no Google também pode ser útil.

Dicas para um bom currículo.

Não me considero especialista na área de bom currículo, muito pelo contrário. Nunca mandei currículo na vida. Mas tem gente que sabe muito melhor do que a gente que estuda essa área. Só sei alguma coisinha sobre transcritores, analiso os que recebemos e classifico em as que gosto e leio com atenção, as que não gosto mas leio até o fim e as que não presto atenção mas invisto meu tempo. Então, acho que vale uma visita o link abaixo, que tem bastante conteúdo sobre o assunto curriculum:

http://negocios.umcomo.com.br/articulo/5-conselhos-para-que-escolham-meu-curriculo-4296.html

Outras publicações (a série tem 13 posts)

Caso queira procurar rapidamente, digite em SEARCH no rodapé “01”, “02”… só pelo número se consegue acesso ao seriado.

About the author:

Web aprendiz. Iniciou-se em 2012 na internet em busca de conhecimento. Desde então se encantou com transcrição de áudio.
Top